27 de dezembro de 2012

Capitulo 40 - "fiquei a tremer por dentro"


Tudo começava a ser diferente nas ultimas semanas, as mensagens até às tantas da manhã, os olhares cúmplices nas aulas, a vontade de olhar para ele... Começava mesmo a pensar que era desta que finalmente Jeff ia passar à história, mas depois bastava um simples olhar, um simples sorriso, uma simples brincadeira, para tudo voltar ao de cima, talvez não com tanta intensidade, mas não havia duvida de que o que eu sentia por ele ainda não estava acabado, e  isso era o único "se não" que eu via entre mim e Caleb. Apesar de todas as minhas dúvidas, Dylan e Amy diziam para eu avançar, que não podia ficar agarrada a Jeff para sempre, e coisas que faziam sentido, mas no fundo não me conseguia deixar de sentir culpada...

-Então, já pensas-te no que vais fazer?

-Achas Amy? Eu nem sequer sei o que acho sobre isto tudo...

-Isto tudo? Define "isto tudo"!

-Epah, sei lá, nem sei o que está a acontecer! Estás a ver? Estou mesmo confusa... - Estava realmente a começar a desesperar...

-Então é assim... Agora ou respondes sim, ou respondes não!

-Está bem...

-Amas o Caleb?

-Não...

-Gostas muito do Caleb?

-Sim...

-Queres esquecer o Jeff?

-Sim...

-Queres namorar com o Caleb?

-Não sei...

-Isso não vale! Ou sim, ou não.

-Ham, sim?

-Então pronto, descobri-mos a tua situação, e a mim não me parece que haja grande confusão! - Ela estava com um sorriso de orelha a orelha, apesar de perceber que ainda não me tinha convencido...

-Ok, continuando, ficas triste quando o Caleb demora a responder às mensagens?

-Sim...

-Ficas com um sorriso nos lábios quando recebes uma mensagem e percebes que é dele?

-Sim...

-Já te imaginas-te a beijá-lo? - Abri a boca, mas quando ouvi a pergunta fechei-a de imediato, a serio que ela me estava a perguntar aquilo? - Então, sim ou não?

-Pronto, admito, sim...

-Fogo, então não estou mesmo a perceber qual é o problema!

-O problema é que não quero ser injusta com ele, e se ele gostar mesmo muito de mim? Depois vou desiludi-lo, porque não gosto tanto dele como ele de mim... Não ia gostar se fosse ao contrário...

-Ouve, ele tem catorze anos, não te deve amar até ao fim do mundo... Se calhar até gostas mais tu dele, não penses! Além disso mesmo que não gostes a 100% dele agora, vais acabar por gostar, tenho a certeza que sim, e tenho a certeza que, mesmo que ele também não goste de ti a 100%, vai acabar por começar a gostar, nem que seja só pelo facto de seres boa pessoa, e boa companhia...

-Oh, sinto-me muito melhor agora! - Revirei-lhe os olhos para ela perceber a ironia, mas como sempre acabámos as duas a rir.

Que seria de mim sem os conselhos descomplicados dela? Agora quase que tinha a certeza do que queria, mas queria ver como as coisas iam evoluindo. Amy não era a primeira a dizer que nós gostávamos um do outro, mas, mesmo assim, o sentimento de culpa não me abandonava... Mas quer dizer, afinal não estávamos a falar de casar, era só um simples namoro, certo?

*****

Tinha-mos estado a noite toda nas mensagens, eu sabia que ele sentia algo por mim... Quer dizer, se não sentia então mentia muito bem! E agora tinha a certeza que também sentia algo por ele, apesar de não ser tão forte como era o que eu senti por Jeff...

Amy tinha-me mandado uma mensagem que dizia *amanha não vás para a escola sem lavares os dentes ;)*... Claro que fiquei a tremer por dentro, a sentir um formigueiro a subir-me pela barriga cada vez que pensava em beijá-lo. Pois, porque não era assim tão burra ao ponto de não ter percebido a indirecta, certo? E lá fui eu, super assustada, para a escola. Quando lá cheguei estava tudo com um ar bastante suspeito, como se, uma vez mais, eles soubessem mais do que eu...

-Sam, podes chegar aqui? - Caleb chamou-me e eu comecei a sentir-me mesmo muito nervosa, será que era o que eu estava a pensar?

-Diz... - Fomos para o pé de uns cacifos, e visto que eram 8h e pouco da manhã, já haviam bastantes pessoas nos corredores.

-Ouve, tenho andado a pensar, e sabes que gosto muito de ti, não sabes? - O facto de ele estar tão ou mais atrapalhado que eu dava-me alguma calma. Alguma.

-Sim... - Ele inspirou com força para se preparar para o que ia dizer, e eu, sem dar conta, fiz o mesmo.

-Queres namorar comigo? - Pronto, era o que eu estava à espera, como sempre, senti-me envergonhada, mas esse era o menor dos meus sentimentos naquele momento...

Disse que sim com a cabeça, enquanto me aproximava dele para o beijar. Ele beijou-me com delicadeza, mas depois com mais algum entusiasmo, ouvi Amy a soltar um gritinho estérico e deduzi que ela nos tinha estado a observar o tempo todo, e afastei-me, o que eu menos queria naquele momento era dar espectáculo!

Dei-lhe a mão, e fomos juntos para a nossa sala, e, por sorte, já estávamos a entrar, o que me poupava o embaraço de estar com ele, pois ainda não me tinha habituado ao facto de namorar-mos e assim tinha uma aula de noventa minutos para reflectir sobre o assunto... Aparentemente passei a aula a olhar para Caleb, o que não era de admirar, porque ele era realmente lindo, e não me cansava de olhar para ele! Mas Dylan também reparou que eu não me cansava de olhar para Caleb, e fez questão de mencionar que eu estava mesmo apaixonada, pelo modo como olhava para ele, e pelos milhões de vezes que o fiz, segundo ele... Saímos da aula e Caleb veio ter comigo, passámos o intervalo juntos, e, apesar de não termos ainda muito à vontade um com o outro, eu esperava vir a ter, não queria que aquele fosse um "namoro de mensagens", queria que desta vez fosse a sério, queria que desta vez resultasse!

6 comentários:

  1. Oiin *-* A sério que eles começaram a namorar? A sério que tu não me contaste nada?
    E vai resultar (até a um ponto). Mas que fofos +.+
    Amei, como sempre :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério :P Não te contei ? :ooo
      Até um certo ponto :/
      Obrigada rainha :D

      Eliminar
  2. Será que fui a unica a ficar emocionada ? :$
    ahah Me gusta do capitulo, quero mais outro *o*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, ainda bem, acho eu ! xD Me gusta que tenhas gostado :D
      Assim que puder :)
      Beijinhos!

      Eliminar

a vida é muito curta para guardares o que pensas só para ti!